Dicas

Aqui oferecemos dicas sobre tecnologia estética, tratamentos, depilação e saúde.

Acompanhe as nossas informações e esteja sempre atualizado!

Medicamentos e fotodepilação

DICA INVOGLOW... a pensar em si!

Medicamentos e a fotodepilação

A utilização de medicamentos é, nos dias de hoje, muito comum, seja por necessidade diária ou simplesmente para atenuar sintomas de pequenas patologias. O que se desconhece é que alguns medicamentos interferem diretamente com a fotodepilação.

Chamamo-los de fotossensibilizantes, ou seja, medicamentos que sensibilizam a pele e a tornam reativa. Entre as reações comuns temos a vermelhidão, descamação, urticária, bolhas e formação de placas espessas e descamativas.

Os medicamentos incluídos nesta categoria são sobretudo antibióticos, anticoagulantes ou esteroides (de aplicação tópica ou sistémica), pelo que a sessão de depilação definitiva só deverá ser realizada após a toma prescrita. No caso de medicamentos de toma ocasional, deverá suspender a sua utilização até 72 horas antes da sessão.

Igualmente importante é informar o profissional de que está a tomar medicação, afim de determinar se é seguro prosseguir com a sessão. Um profissional qualificado avaliará a situação da melhor forma, evitando situações de perigo ou risco indesejável de queimaduras.

Caso faça algum tipo de medicação fotossensibilizante da qual não pode prescindir, consulte o seu médico afim de avaliar de que forma se poderá ver livre dos pelos indesejados.

A sua segurança acima de tudo!